[ editar artigo]

Saiba como prevenir seu animal da Cinomose

Saiba como prevenir seu animal da Cinomose

No bate-papo desta semana com o Canal de Estimação, o Médico Veterinário, Uriel Andrade, Doutor em Inspeção e Tecnologia de Produtos de origem animal, Mestre em Ciências Veterinárias e Coordenador do curso de Medicina Veterinária da Unisociesc , explica o que é Cinomose, como a doença se prolifera, como é o tratamento, outros cuidados e muito mais.

 

 

 

 

O que é Cinomose?

A cinomose é uma doença infectocontagiosa causada por uma virose. Uma virose extremamente agressiva ao cão doente. Ela é mais frequente em cães, principalmente nos primeiros meses de vida, podendo estender até o 1° ano da vida.

É causada por um vírus da família Paramyxovridae, do gênero Morbilivírus e, com relativa frequência nos cães domésticos não vacinados. 

Cinomose tem cura? Como é o tratamento?

Dependendo do quadro instalado no paciente, infelizmente não. Porém, a cura é possível se diagnosticado precocemente e instituído o tratamento correto.

O tratamento consiste no tratamento dos sintomas e o sucesso dependerá da imunidade do cão para combater a virose.

O uso de soro-hiperimune é uma ótima opção na reversão do caso. Antibióticos e antipiréticos para as infecções secundárias no sistema digestório e respiratório, contribuem para reversão do quadro. Para os quadros neurológicos, o uso de anticonvulsivante é importante também.

O que a Cinomose causa na saúde dos bichinhos?

O período de incubação da doença pode variar de 2 a 3 dias, podendo chegar a duas semanas. Os sinais clínicos consistem em:

  • Perda de apetite
  • Diarreia
  • Vômito
  • Febre, que pode chegar aos 41º
  • Secreções oculares
  • Secreções nasais (pus)
  • Convulsões
  • Paralisias e espasmos musculares

O paciente poderá apresentar sequelas motoras e neurológicas, caso sobreviva à virose.

Cinomose atinge só os cachorros?

As maiores frequências são em canídeos e seus aparentados da família CanidaeMustelidae, entre eles cães e furões e alguns outros animais silvestres.

Quando a vacina deve ser aplicada? 

A forma mais eficiente de prevenção da doença é a vacinação. Ela é feita pela aplicação das vacinas V8 e V10 em cães a partir de 6 semanas de idade.

Vários são os protocolos vacinais, 1ª dose as 45 dias, seguido da segunda dose entre 21 ou 30 dias após a primeira dose e, repete uma terceira dose com mais 21 ou 30 dias após a segunda dose.

Qual é o preço médio da vacina? 

Varia bastante, de R$ 25,00 a R$50,00, mais o valor de serviços médicos veterinários associados ao atendimento do caso clinico. 

É possível conseguir gratuitamente?

A gratuidade é comum quando ocorrem campanhas sociais vinculados por serviço oficial ou por instituições de ensino ou proteção animal.

Além da vacina, quais outros cuidados devem ser tomados para prevenção?

  • Boa alimentação
  • Isolamento de um possível doente para tratamento em relação aos outros cães que possam entrar em contato.
  • Higienização de ambiente contaminado pelo paciente doente.

 

Canal de Estimação
Pauline Machado
Pauline Machado Seguir

Jornalista, apresentadora do programa RIC Mais Pets. Há 14 anos desenvolve ações em prol dos animais. Criadora do projeto Paz Também Para os Animais.

Ler matéria completa
Indicados para você