[ editar artigo]

8 dicas para dormir com seu pet sem que haja transmissão de doenças para ambas as partes

8 dicas para dormir com seu pet sem que haja transmissão de doenças para ambas as partes

Dormir com cachorro ou gato é tema de debates entre tutores e veterinários. Quase todos os dias existem questionamentos a respeito do assunto.

A grande preocupação sempre está relacionada à saúde tanto dos tutores quanto à de seus pets. A pergunta que sempre se escuta em debates é:

Dormir com cachorro ou gato faz mal ou transmite doença?

As respostas para estes questionamentos estão diretamente ligadas ao manejo e prevenção de doenças que esses tutores têm com seus pets.

Afirmar que ao dormir com seu cachorro você poderá pegar alguma doença estaríamos sendo radicais, mas alguns cuidados devem  sempre ser tomados para que ambos fiquem seguros - sim ambos. Afinal, você também pode transmitir algumas doenças para seu cachorro ou gato.

Estas doenças são chamadas de zoonoses que são doenças típicas de animais que podem ser transmitidas aos seres humanos e vice-versa. Porém, as zoonoses também podem ser provocadas por microrganismos como, vírus, bactérias e fungos.

Dentre as principais doenças estão Raiva, Leishmaniose Visceral, Leishmaniose Tegumentar Americana e a Febre Maculosa, uma doença transmitida pela picada de carrapatos infectados por uma riquétsia, que é um tipo de bactéria.

No entanto, não são todos os carrapatos que transmitem a doença. Essa bactéria vive em roedores como a capivaras, e também em gambás, coelhos, cavalos, gado e em cães, mas, ela só poderá ser transmitida se você for picado pelo carrapato infectado pela bactéria. Por isso, a importância do controle de ectoparasitas, mas isso é assunto para outro artigo.

Então vamos a resposta que você tanto busca e a resposta:

Você pode dormir com seu animal de estimação, mas sempre lembrando que alguns cuidados deveram ser tomados para que isso ocorra com a máxima segurança para todos.

Veja alguns cuidados importantes:

  1. Manter sempre seu animal limpo e livres de pulgas e carrapatos
  2. Vacinação sempre em dia, principalmente vacina de raiva ou outra específica de cada região, lembrando que estamos em um país quase que continental poderá haver necessidades específicas de cada uma delas.
  3. Manter o animal sempre escovado para auxiliar e combater a queda de pelos fazendo assim a remoção mecânica dos mesmos.
  4. Lembrar sempre que seu pet tem necessidades diferentes de você, inclusive de horários. A regra de ouro é ter consciência de que seus horários de sono tanto nos gatos e cachorros são diferentes dos nossos, sendo assim ele poderá te acordar durante a noite e vice-versa.
  5. Mantenha sempre água e ração disponíveis para que ele possa ter acesso, mesmo durante a noite.
  6. No caso de seu pet ser um gato o cuidado deve ser redobrado com relação a água, pois, estes são mais seletivos a qualidade e disponibilidade desta água. Então, deixe sempre a porta entre aberta para que ele possa buscar a melhor fonte.
  7. Sempre conversar com seu companheiro ou companheira do quão é importante para você dormir com seus cachorros ou gatos em sua cama, para que haja harmonia e seja prazeroso para ambos.
  8. Tendo esses devidos cuidados básicos para com seu cão e/ou gato, você sempre poderá dormir com seu animal de estimação em sua cama. Com certeza isso fara com que vocês fiquem ainda mais conectados e possam desfrutar de momentos mais especiais!

Veja outras orientações do médico veterinário David Filinto da Silva, sobre este assunto neste segundo capítulo da Sacada Pet aqui no Canal de Estimação.

 

 

Canal de Estimação
Ler matéria completa
Indicados para você