[ editar artigo]

Curitiba deve ter ambulância veterinária para atender animais abandonados feridos

Curitiba deve ter ambulância veterinária para atender animais abandonados feridos

Curitiba deve ter ambulância veterinária para atender animais abandonados e feridos. O informação foi publicada na página do prefeito da cidade, Rafael Greca, no Facebook.

De acordo com  prefeito, já existe uma licitação está em andamento e a expectativa é que a ambulância comece a circular em três meses.

Serviço atenderá animais em situação de emergências

A ambulância, cujos serviços serão terceirizados, tem como objetivo principal, funcionar como parte dos serviços de apoio veterinário do Centro de Atendimento de Animais em Situação de Risco (CRAR), para o resgate em emergências e encaminhamento a hospitais veterinários das Universidades da capital. 

Segundo o diretor de Pesquisa e Conservação da Fauna da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Edson Evaristo, a prioridade é atender animais que não têm tutores, aqueles que vivem nas ruas por terem sido abandonados ou perdidos. "O trabalho faz parte do programa de manejo populacional de animais domésticos, que inclui ações de castração gratuita e atendimento básico em clínicas veterinárias itinerantes ou credenciadas", complementa.

Acionamento da ambulância deve ser feito pela Central 156

Evaristo ressalta ainda que, embora ainda não tenha sido publicado, o edital prevê a contratação da ambulância e de um local de apoio, que pode ser uma clínica ou hospitais veterinários que possam receber os animais para tratamento.

A previsão é que para acionar a ambulância as pessoas tenham que entrar em contato com a Central 156.

Para a realização deste projeto, o valor do investimento previsto é de R$ 950 mil para um ano, que pode ser prorrogável por pelo menos mais cinco anos.

Rede de Defesa e Proteção Animal

A Rede de Defesa e Proteção Animal desenvolve outras atividades com foco em controle populacional animais. 

De 2017 para cá, mais de 26 mil cães e gatos foram castrados gratuitamente em clínicas veterinárias credenciadas e por meio dos dois castramóveis da Prefeitura.

Além disso, mais de 5.500 animais de comunidades em vulnerabilidade social ou de protetores independentes também foram beneficiados com a castração por meio do consultório móvel, que percorre vários bairros de Curitiba. Este serviço é realizado devido a uma parceria com a Universidade Federal do Paraná.

Além de inscrições para castração, o programa disponibiliza exames clínicos básicos, vacinação, administração de vermífugos, antipulgas, sarnicidas e atendimento de patologias de baixa complexidade.  


Siga o Canal de Estimação também no Instagram - @canaldeestimacao, e acompanhe os nossos bastidores!

Canal de Estimação
Canal de Estimação
Canal de Estimação Seguir

Informações para lhe manter bem informado e seu pet mais bem cuidado.

Ler matéria completa
Indicados para você