Você sabia que os animais também podem ter Vitiligo?

Os animais também podem ter Vitiligo. Pois é,  nós não sabíamos, até que a Patrícia Souza, médica veterinária especialista em  dermatologia e comportamento animal, conversou conosco e nos explicou que o Vitiligo é uma doença que causa despigmentação, ou seja, perda da cor na pele e/ou pelo, a exemplo de um cão ou gato de pelo preto que começar a apresentar manchas brancas.

De acordo com a especialista, a origem da doença ainda é desconhecida, mas acredita-se tratar de uma doença auto imune. “Os animais acometidos teriam anticorpos que atacam os melanócitos, ou seja, as células que produzem melanina. Assim como acontece em humanos, o animal começa a apresentar despigmentação no pelo ou na pele”, explica.

A veterinária ressalta ainda que o Vitiligo não é contagiosa, não tem cura e nem há medidas preventivas, mas, há alguns medicamentos que podem ser usados para controle da doença.

Embora os tutores dos animais precisem tomar alguns  cuidados, como evitar que o animal fique exposto ao sol, para evitar queimaduras e o câncer de pele, além de levar o animal com frequência ao veterinário, a boa notícia é que o Vitiligo não causa nenhum dano a saúde física nem ao bem-estar dos animais. “O Vitiligo afeta apenas a parte estética do animal”, enfatiza.

Cães das raças Pastor Alemão, Rottweiler, Doberman, Pinsher e gatos Siameses, são  mais predispostos a ter o Vitiligo como fator hereditário, mas o índice de incidência de Vitiligo em cães e gatos nos últimos anos é muito baixa, garante a veterinária.