Evite aderir à moda de dar vinhos e cervejas para seus animais

No mercado pet há cada vez mais espaço para produtos e serviços que atendem muito mais às necessidades das pessoas do que dos animais. A onda de cerveja e do vinho para pets é uma delas.

No entanto o que nem todos os tutores dos animais se atentam é para o fato de se tratar de um produto 100% com foco comercial, que não levam nenhum benefício à saúde dos bichos, atenta o médico veterinário André Richter, doutorando em cirurgia e pesquisador do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná .“Os animais vivem do que a natureza dispões, escapou disso é comércio. Visam apenas o fator de exposição entre a sociedade, que enaltece o ego das pessoas. “ Nossa, que lindo! Ele bebe cerveja com o dono! É isso que as pessoas esperam ouvir!. Não concordo com este tipo de comercialização”, reprova o veterinário.

Além do mais, segundo ele, não temos como saber se o produto realmente não traz nenhum malefício ao animal. “Isso é bastante complicado, pois, ainda não temos um controle pesado sobre isso. Qualquer um pode fabricar e vender. Infelizmente, trata-se de mais uma moda que insiste em humanizar os animais, uma tendência, o famoso efeito manada, em que um faz, todos fazem também para não ficar de fora”, lamenta.

Richter explica que o hábito de humanizar os animais é prejudicial à saúde dos pets, pois eles se acostumam a uma rotina que não é a deles. “Os animais gostam de brincar na terra, na grama, na areia, de cavar buracos, correr atrás de aves, entre outros hábitos típicos da espécie animal. Nós não fazemos isso, mas eles fazem. Imagine se eles ou outras pessoas nos obrigasse a ter o comportamento do seu cão ou gato. Você iria gostar?”, questiona o veterinário.

Portanto, ao invés de dar cerveja ou vinho para seu cão ou gatinho, opte por lhes oferecer uma vida saudável, respeitando as suas características como animais. “Se você ama seu cão e quer deixá-lo feliz, leve-o, por exemplo, para algum parque regularmente, 3 vezes por semana. Se você quer dar algo diferente para seu gato, como alimento natural, converse com um veterinário ou zootecnista especialista em nutrição animal. Faz muito mais bem do que uma cerveja que não sabemos nem como é, nem muito menos do que é feita”, reforça o veterinário.