Animais de estimação fazem parte do meio ambiente?

Nesta semana em que comemora-se o Dia Mundial do Meio Ambiente, trago uma reflexão e gostaria de saber se sou só eu que vejo assim, ou se algum de vocês, ao ler este texto, também pense como eu.

 

Neste 5 de junho, tive a oportunidade de acompanhar vários telejornais, inclusive em emissoras diferentes, de canais por assinatura ou não. Notei que, embora tenham formatos e públicos distintos, em um aspecto os telejornais foram todos iguais: falaram sobre diversas ações de preservação do meio ambiente, mas nenhum deles abordou a temática cães e gatos ou animais domésticos, se preferir.

 

Os noticiários são repletos de notícias sobre movimentos em prol dos rios, mares, lagoas, árvores, parques ecológicos, dentre outros. Mostram ainda as ações que as escolas passam meses organizando, sonhado com a tão esperada Semana do Meio Ambiente, que deveria ter o objetivo de começar a conscientizar as crianças sobre a importância do cuidar do meio ambiente como um todo, e não, a plantar feijão no pote com algodão, ou falar dos rios e florestas que, muitos deles, ainda nem tiveram a oportunidade de conhecer pessoalmente, ou ainda só falar sobre jacaré, arara azul entre outros animais em extinção.

 

Concordo que todas essas ações são importantes. No entanto, por que não falam sobre os animais que estão tão próximos da gente, como os que vivem abandonados pelas ruas. Diga-se de passagem, abandonados por falta de educação ou irresponsabilidade do homem?

 

Meio ambiente é inclusão. Somos nós, os mares, as árvores, os pássaros, os cães, os gatos, os coelhinhos, assim como o mico leão dourado, o jacaré, o lobo guará, entre tantos outros, as matas, os vales, o sol, a lua, as crianças, os idosos, os jovens, os adultos, as cidades, os estados, os países, enfim, o todo. Sem um desses personagens não há harmonia, e sim, desequilíbrio, e o desequilíbrio afeta o meio ambiente.

 

Fica, então, aqui a reflexão enquanto há tempo de mudarmos o rumo dessa história e lembrar que animais como cães e gatos também fazem parte da fauna, e, portanto, parte do meio ambiente. Por este e outros vários motivos, devem ser respeitados e lembrados neste dia 5 de junho.

 

Você concorda?

 

Pauline Machado é jornalista e editora do Canal de Estimação.